I CONGRESSO NACIONAL VIRTUAL DE SERVIÇO SOCIAL

“ANÁLISE DE CONJUNTURA E A ATUAÇÃO DO(A) ASSISTENTE SOCIAL EM TEMPOS DE PANDEMIA"

I CONVISS

2021

Dias
Horas
Minutos
Segundos
Nosso congresso foi um sucesso. Muito obrigado a todes.
Nos vemos nó próximo evento.

O QUE É O CONVISS?

CONVISS 2021 é o 1º Congresso Nacional Virtual de Serviço Social voltado para o diálogo coletivo sobre os impactos e desafios para o projeto ético-político profissional do/a assistente social em decorrência da pandemia que atravessamos. O objetivo, portanto, é proporcionar um espaço de reflexão crítica acerca das potenciais intervenções do campo profissional no contexto da pandemia.

Organizado pelo Centro de Estudos e Saberes Ethos Malala, uma instituição composta multidisciplinarmente por profissionais que atuam frente às atuais expressões da questão social, conta também com a assessoria técnica direta de duas profissionais renomadas no Serviço Social: Profa. Dra. Maria Beatriz Costa Abramides e Profa. Dra. Abigail Silvestre Torres.

POR QUÊ PARTICIPAR DO CONVISS 2021?

Em tempos de retrocesso dos direitos sociais e avanços do conservadorismo, da intensificação das violações de direitos em virtude da pandemia, que incide principalmente sobre população mais vulnerável, associada aos efeitos das contrarreformas na condição de trabalhador/a e nas políticas sociais, o/a profissional de serviço social mais uma vez é desafiado/a a se reafirmar, a se reinventar.

O CONVISS 2021 contará com espaços de intersecção da análise contemporânea da pandemia na conjuntura brasileira, às competências e habilidades técnico-operativas da profissão, articuladas aos referenciais teórico-metodológico e ético-político, que possibilitem a construção de respostas profissionais às requisições apresentadas ao/à assistente social nos diversos campos sócio-ocupacionais inseridos.

O CONVISS possibilitará reunirmos essas experiências de trabalho por meio de espaços de comunicação e ampliação do diálogo entre a categoria, socializando e fortalecendo a perspectiva crítica da práxis cotidiana, na busca por respostas profissionais criativas, propositivas e inovadoras nos diferentes espaços de atuação do serviço social, nesse cenário tão desafiador.

SOBRE A PROGRAMAÇÃO

Nos 1º e 2º dias do Congresso: contaremos com as explanações e análises dos/as profissionais acerca da conjuntura posta e dos desafios no âmbito da formação e do trabalho profissional.

No 3º dia: aprofundaremos as discussões em 08 eixos articuladores de atuação e estudo do Serviço Social. Uma breve contextualização destes eixos será realizada por profissionais especialistas de cada área, a fim de se instigar o diálogo proposto. Similarmente à apresentação dos relatos das experiências vivenciadas pelos /as assistentes sociais em diferentes instituições e municípios deste país.

As experiências inscritas para as apresentações, por meio dos trabalhos/resumos, terão como objeto o trabalho desenvolvido na pandemia, para atender situações decorrentes de seu impacto, e/ou adaptado e reorganizado em decorrência da pandemia. E /ou ter sido uma experiência com agravantes no contexto da pandemia, identificada pelos profissionais.

Por fim, nas conclusões das atividades propostas pelo CONVISS, será atribuído um espaço de discussão coletiva, do conjunto dos trabalhos apresentados e discutidos, que tendências se observa da profissão, quais desafios colocados do trabalho profissional em curso.

Convidamos a todes a compartilharem este momento de troca e desenvolvimento profissional.

Participe dessa construção conosco!

O caminho está no coletivo!

#CONVISS2021

Palestras Magnas

“Como lutar pela vida acima do lucro, se, para milhões, o confinamento nos territórios de exclusão significará exposição de muitos ao vírus?

Como lutar por outro mundo, por nossos valores, pela liberdade, pela equidade, pela justiça, pelo respeito aos direitos humanos fundamentais, pelos direitos sociais concretizados, contra práticas racistas, homofóbicas, contra o feminicídio, contra o genocídio da população negra, entre outros aspectos, nesse contexto?

Como levar adiante este embate?

Nada é fácil no âmbito de uma profissão como a nossa.
Luta desigual, mas que nos encontramos preparadas(os).
Luta que só se luta no coletivo – um traço dessa nossa história, mas que deve ser de cada um, todos os dias, em todas circunstancias. “

Maria Carmelita Yasbek
Prefácio do E-book “Serviço social em tempos de pandemia: provocações para o debate”. 05/10/2020

Agenda

Os horários das atividades obedecem ao horário de brasília

  • 1º Dia - 17 de Junho
    Quinta-Feira
  • 2º Dia - 18 de Junho
    Sexta-Feira
  • 3º Dia - 19 de Junho
    Sábado

Horário

Atividade

Palestrante

Abertura e Boas-vindas

Rejane Callejon
CES Ethos Malala
Maria Beatriz Costa Abramides
Curadoria Técnica
Abigail Silvestre Torres
Colaboração Técnica

Palestra: "Brasil e os efeitos da pandemia: os desafios para atuação de um Serviço Social crítico."

Maria Carmelita Yasbek

Apresentação Cultural

Daia Moura

Intervalo

Mesa redonda com as Entidades: “Desafios e respostas na defesa do Projeto Ético-Político do serviço social brasileiro em tempos de pandemia”

Dácia Cristina Teles Costa
Conselheira 1ª Secretária CFESS
Nicole Barbosa de Araújo
Presidenta CRESS-SP
Rodrigo José Teixeira
Presidente ABEPSS
Júlia Isotton
Coordenadora Nacional ENESSO

Debate

Serão selecionadas 5 Perguntas

Horário

Atividade

Palestrante

Apresentação Palestrantes

Rejane Callejon

Palestra: “Desafios e possibilidades de atuação no SUAS no contexto da pandemia”

Abigail Silvestre Torres

Apresentação Cultural

Lilia Reis

Intervalo

Palestra: “A importância do SUS no contexto da pandemia e o trabalho dos/as assistentes sociais”

Maria Inês Souza Bravo

Debate

Serão selecionadas 5 Perguntas

Sorteio de Livros

Ethos Malala

Horário

Atividade

Palestrante

Apresentação coordenações dos Eixos

Rejane Callejon

Explanação teórica-metodológica das coordenações

Coordenações de cada Eixo

1 - Pandemia e o trabalho social com famílias:
Abigail Silvestre Torres

2 - Pandemia e o trabalho social com famílias na saúde:
Maria do Socorro Reis Cabral

3 - Pandemia e interseccionalidades: classe, raça e etnia:
Marcia Campos Eurico

4 - Pandemia e violências reprimidas: subnotificação, isolamento social e os cuidados na rede de garantia de direitos:
Sandra Eloiza Paulino

5 - Formação e desafios profissionais do assistente social:
Sonia Regina Nozabielli

6 - Pandemia e interseccionalidades: classe, gênero e sexualidade:
Mirla Cisne Álvaro

7 - Pandemia: reflexões no campo sociojurídico:
Rita de Cassia Silva Oliveira

8 - Pandemia: territórios e gestão de políticas sociais:
Rodrigo Aparecido Diniz

Intervalo

Apresentação oral dos trabalhos: relatos de experiências

Participantes do Congresso

Almoço

Debate interativo em cada Eixo para sistematização das principais discussões a serem apresentadas no grupão

Coordenações de cada Eixo
Participantes do Congresso

Apresentação das sínteses no grupão

Coordenações de cada Eixo
Participantes do Congresso

Intervalo

Dançaterapia: um convite à renovação

Mariana Lara

Palestra: "Desigualdade Social, ideologia e classe trabalhadora em tempos de pandemia: a luta continua"

Maria Beatriz Costa Abramides

Encerramento e agradecimentos

Equipe CES Ethos Malala

Eixos de Trabalho

Cada pessoa poderá escolher somente um eixo indicado no ato da inscrição.

1 - Pandemia e o trabalho social com famílias:
Abigail Silvestre Torres

2 - Pandemia e o trabalho social com famílias na saúde:
Maria do Socorro Reis Cabral

3 - Pandemia e interseccionalidades: classe, raça e etnia:
Kajali Lima Vitório

4 - Pandemia e violências reprimidas: subnotificação, isolamento social e os cuidados na rede de garantia de direitos:
Sandra Eloiza Paulino

5 - Formação e desafios profissionais do assistente social:
Sonia Regina Nozabielli

6 - Pandemia e interseccionalidades: classe, gênero e sexualidade:
Mirla Cisne Álvaro

7 - Pandemia: reflexões no campo sociojurídico:
Rita de Cassia Silva Oliveira

8 - Pandemia: territórios e gestão de políticas sociais:
Rodrigo Aparecido Diniz

Galeria

Inscrições

Inscrições de trabalhos de 19 de março à 19 de abril de 2021

Envios de trabalhos de 24 de março à 21 de abril de 2021

AVISO: INSCRIÇÕES DE TRABALHOS ENCERRADAS

1º Lote

19 de março a 19 de abril

R$ 190,00

R$ 95,00

Estudante

2º Lote

20 de abril a 15 de maio

R$ 220,00

R$ 110,00

Estudante

3º Lote

16 de maio a 16 de junho

R$ 250,00

R$ 125,00

Estudante

Todos/as participantes do Congresso terão acesso ao conteúdo completo do evento após o mesmo, inclusive para acesso a todas as discussões dos oitos eixos do dia 19/06/2021.

Faça sua inscrição no pix ou cartão

Parcele em até 3x sem juros no cartão de crédito

INFORMAÇÕES GERAIS

  • Será emitido 1 (um) certificado em nome do(a) apresentador(a) do trabalho, onde constarão o título do trabalho e os nomes de todos(as) os(as) autores(as).
  • Os trabalhos serão analisados pelas coordenações dos respectivos eixos com base nos critérios estabelecidos e disponibilizados neste site.
  • Os(as) apresentadores(as) receberão por e-mail o link de acesso para as salas de debates.
  • A Comissão Organizadora reserva-se o direito de cancelar o Congresso ou roda de conversa, caso não atinja o número mínimo necessário de inscritos(as).
  • Em caso de cancelamento do Congresso, efetuaremos a devolução de 100% do valor total pago em até 10 dias úteis.
  • Os certificados serão disponibilizados online por e-mail em até 15 dias uteis após o término do Congresso.

NORMAS DE INSCRIÇÔES

  • Cancelamento de inscrições: só serão aceitas solicitações de cancelamento enviado por escrito e assinado e digitalizado para o e-mail: contato@ethosmalala.com.br até o dia 31/05/2021.
  • O valor reembolsado corresponde a 80% do valor pago e será creditado em até 30 dias após a solicitação.
  • A transferência de inscrição pode ser solicitada até o dia 31/05/2021 por escrito pelo e-mail contato@ethosmalala.com.br.

INSCRIÇÕES DE TRABALHOS DE 19/03/201 ATÉ 03/05/2021.

  • Envio dos trabalhos se dará em área específica na página do Congresso, o não recebimento até o dia 03/05/2021 configura automaticamente o cancelamento da participação do(a) inscrito(a) na modalidade apresentação comunicação oral.
  • O trabalho deverá estar inserido em um dos 8 (oito) eixos temáticos e na modalidade comunicação oral de acordo com o template disponibilizado pela comissão organizadora.

PUBLICAÇÕES

  • Todos os trabalhos selecionados e aprovados nas modalidades Comunicação Oral serão publicados nos ANAIS de forma online e disponibilizados no site do evento e do Ethos Malala.
  • A organização do evento reserva-se o direito de publicar os resumos dos trabalhos no site do Congresso e CES Ethos Malala.

Palestrantes

Conheça nossas(os) palestrantes

Clique na foto para abrir a biografia

Abigail Silvestre Torres

Marcia Campos Eurico

Maria Beatriz Costa Abramides

Maria Carmelita Yasbek

Maria do Socorro Reis Cabral

Maria Inês Souza Bravo

Mirla Cisne Álvaro

Rita de Cassia Silva Oliveira

Rodrigo Aparecido Diniz

Sandra Eloiza Paulino

Sonia Regina Nozabielli

Dácia Cristina Teles Costa - CFESS

Nicole Barbosa de Araújo - CRESS/SP

Rodrigo José Teixeira - ABEPSS

Júlia Isotton - ENESSO

Apresentações Culturais

Clique na foto para abrir a biografia

Daia Moura

Lilia Reis

Mariana Lara

Realização

Conheça o Ethos Malala

Curadoria Técnica

MARIA BEATRIZ COSTA ABRAMIDES

Colaboração Técnica

ABIGAIL SILVESTRE TORRES

Apoio

Parceria

Junte-se a nós

contato@ethosmalala.com.br

(15) 98174-9843

CES E.M - FORMAÇÃO E TREINAMENTO - CNPJ: 36.610.098/001-46

Desenvolvido por: 

Abigail Silvestre Torres

Possui graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP (1990), mestrado em Serviço Social pela PUC/SP (2001) e doutorado em Serviço Social, Políticas Sociais e Movimentos Sociais pela PUC/SP (2009-2013).

Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Seguridade e Assistência Social da PUC/SP. Linha de pesquisa: Seguridade Social e Assistência Social.

Docente de pós-graduação. Atua como Consultora em Gestão Social , em especial nas àreas de Assistência Social, Infância e Juventude e Controle Social. Atua com capacitação de profissionais, representantes de organizações sociais e conselheiros e na formulação e avaliação de políticas sociais.

Como Consultora em Gestão Social, principalmente nos seguintes temas: Política Pública de Assistência Social, Políticas Públicas para a Infância e Adolescência e Controle Social. Sócia-Diretora na Vira e Mexe desenvolvimento de equipes.

Márcia Campos Eurico

Mestre e Doutora em Serviço Social pela PUC/SP. Atualmente Professora Adjunta no Curso Serviço Social e no Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Políticas Sociais – UNIFESP Baixada Santista.

Coordenadora do GTP Serviço Social, Relações de Exploração e Opressão de Gênero, Raça/etnia e Sexualidades ABEPSS – Biênio 2021-2022.

Atuou como assistente social no Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS (2012 – 2020). Docente no Curso de Serviço Social e na Pós Graduação da Faculdade Paulista de Serviço Social – FAPSS/SP (2014 – 2020). Coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Relações Étnico-Raciais e Serviço Social Carolina Maria de Jesus-FAPSS/SP (2016-2020).

Professora Substituta no Curso de Graduação em Serviço Social da PUC/SP (2018 – 2018). Professora instrutora no Curso de Serviço Social – Universidade Guarulhos (2006 a 2013). Assistente Social no SAE DST/AIDS Fidelis Ribeiro – PMSP (2009-2012).

Conselheira Titular do Conselho Municipal da Igualdade Racial – COMPIR – Município de Guarulhos/SP – Gestão 2010/2011. Coordenadora de Unidade Básica de Saúde PMSP (2007-2009). Autora do livro RACISMO NA INFÂNCIA

Márcia Campos Eurico

Assistente Social Aposentada, Professora do Programa de Estudos Pós Graduados em Serviço Social da PUCSP, Dra. em Serviço Social pela PUCSP pós-doutorado pelo Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa;

Coordenadora do NEAM- Núcleo de Estudos e Pesquisas em Aprofundamentos Marxistas do Pós da PUCSP; autora de diversos artigos e livros, sendo o último O Projeto Ético-Político Profissional do Serviço Social Brasileiro: Ruptura com o Conservadorismo- Cortez Editora 2019; Diretora da APROPUC SP- Associação do Professores da PUCSP.

Maria Carmelita Yasbek

Mestrado e Doutorado em Serviço Social: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Docente e pesquisadora do Programa de Pós Graduação em Serviço Social. Pós-doutorado: – IEA USP. Área: Pensamento Político Brasileiro. Professora visitante de universidades de África, Portugal e Argentina.

Vários livros e artigos publicados. Temas: Pobreza, Políticas Sociais, Assistência Social, Políticas de Transferência de Renda, Serviço Social. Pesquisadora 1 A do CNPq. Membro do Comitê Científico e Acadêmico da Área do Serviço Social na Universidade Nacional de La Plata (Argentina) Capítulos de livros publicados em 2017 e 2018: O mito e a realidade no enfrentamento à pobreza na América Latina, (Cortez Editora); O Bolsa Família: Verso e Reverso, (Papel Social Editora); Estado y Políticas Sociales. Los programas de transferencia de renta condicionada en el processo de hegemonia em América Latina (Espacio Buenos Aires) Fundamentos históricos e teórico metodológicos e as tendências contemporâneas do Serviço Social In Serviço Social e seus Fundamentos(Papel Social Editora) Proteção Social e Crise no Brasil contemporâneo. .In A nova morfologia do Trabalho no Serviço Social (Raichelis et al Cortez Ed.) Livros publicados em 2019 e 2020 O Sistema Único de Assistência Social no Brasil (Raichelis et al. Cortez Ed.) Serviço Social na História (Iamamoto e Yazbek. Cortez ed.).

Maria do Socorro Reis Cabral

Professora do Curso de Serviço Social da PUCSP Coordenadora do Curso de Serviço Social. biênios 2011-2013 e 2013 -2015.Chefe do Departamento de Politica Social e Gestão Social biênio 2015 a 2017. Coordenadora da Comissão de Coordenação Didática do Curso de Serviço Social; período 2011 a 2015. Membro do Núcleo Docente Estruturante (a partir de 2011);

Representante do Curso de Serviço Social na Câmara de Graduação período 2011 a 2015. Membro do Conselho Gestor da Faculdade de Ciências Sociais . Membro do Comitê Gestor do Pró-Saúde II desde 2008 e Coordenadora do Núcleo Temátic.Qualidade de Vida e Saúde do Curso de Serviço Social. Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Católica do Salvador (1963) e mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988).

Atualmente é professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social e Seguridade Social, atuando principalmente nos seguintes temas: reforma previdenciária, saúde do tralhador, servidor público, saúde do trabalhador flexibilização e processo de e organização sindical.

Maria Inês Souza Bravo

Assistente Social Doutora em Serviço Social pela PUC/SP Pós-doutora em Serviço Social pela UFRJ; Professora Aposentada pela UFRJ e UERJ, Professora do quadro permanente da Pós-graduação de Serviço Social da Faculdade de Serviço Social da UERJ. Coordenadora do grupo de pesquisa Gestão Democrática na Saúde e Serviço Social. Membro dos Colegiados do Fórum de Saúde do Rio de Janeiro e da Frente Nacional contra a Privatização da Saúde.

Mirla Cisne Álvaro

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Estadual do Ceará (2002), mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal de Pernambuco (2004), doutorado em Serviço Social na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com estágio doutoral na Universidade de Paris 7, sob orientação das Professoras Elaine Behring e Jules Falquet, respectivamente.

Bolsista Produtividade em Pesquisa pq 2- CNPq Coordenadora e professora permanente do Programa de Pós Graduação em Serviço Social e Direitos Sociais (PPGSSDS). Integrante do Núcleo de Estudos sobre a Mulher Simone de Beauvoir (NEM) e líder do Grupo de Estudos e Pesquisa das Relações Sociais de Gênero e Feminismo (GEF). Professora Adjunta IV da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte.

Autora dos livros: Gênero, divisão sexual do trabalho e Serviço Social (Editora Outras Expressões, 2012); Feminismo e consciência de classe no Brasil (Cortez, 2014, 2ª Edição em 2018) e coautora do livro Feminismo, Diversidade Sexual e Serviço Social, volume 8 da Coleção da Biblioteca Básica do Serviço Social (Cortez, 2018). Atua em projetos nos seguintes temas: feminismo, movimentos sociais, serviço social, relações sociais de sexo, raça e classe.

Rita de Cassia Silva Oliveira

Graduada em Serviço Social pela Faculdades Metropolitanas Unidas (1985), Mestre (2001) e Doutora (2015) em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUCSP, participa como pesquisadora convidada do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Criança e o Adolescente com ênfase no Sistema de Garantia de Direitos – NCASGD-PUCSP (coord. Eunice Fávero). Trabalha como Assistente Social no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo desde 1993.

Docente desde 2002, em cursos de graduação e pós-graduação em Serviço Social. A partir da experiência de trabalho com família, infância e juventude na área sócio-jurídica, vem realizando estudos, pesquisas, publicações e consultorias sobre a convivência familiar e comunitária, o sistema de garantia de direitos e as particularidades do trabalho do assistente social nessa área.

Destacam-se entre essas ações, a coordenação da pesquisa sobre as instituições de acolhimento de crianças e adolescentes realizada na cidade de São Paulo em 2004, a publicação “Quero voltar para casa: o trabalho em rede e a garantia do direito à convivência familiar e comunitária para crianças e adolescentes que vivem em abrigos”, AASPTJSP, 2007, o livro Serviço Social na Justiça de Família: demandas contemporâneas do exercício profissional (em parceria), Cortez (2019) e a realização de cursos, oficinas e palestras sobre a elaboração de estudos, perícias, relatórios e laudos sociais em Tribunais de Justiça de vários estados brasileiros.

Rodrigo Aparecido Diniz

Assistente Social, Mestre e Doutorando em Serviço Social pelo Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Assistente Social licenciado da Prefeitura da Cidade de São Paulo, professor convidado dos cursos de Pós Graduação Lato Sensu Gestão de Políticas Públicas da PUC Minas – Poços de Caldas, docente do curso de Serviço Social da Faculdade Paulista de Serviço Social – FAPSS de São Caetano do Sul.

Pesquisador do Núcleo de Estudos e Pesquisas Identidades e Narrativas Orais e do Grupo de Estudos e Pesquisas Cidades e Territórios da PUC-SP.

Sandra Eloiza Paulino

Pós doutoranda e Bolsista CAPES (em curso) e Doutora em Serviço Social pela PUC/SP (2011) possui graduação (1995) e Mestrado (2005) em SERVIÇO SOCIAL pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É Especialista em Psicologia Clínica: Teoria Psicanalítica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) e, em Psicodinâmica de Adultos: Análise Institucional, pelo Instituto Sedes Sapientiae (2000).

Tem atualização em Impactos da Violência na Saúde pela Fiocruz (2006) e em Violência Doméstica contra crianças e adolescentes pelo Instituto Sedes Sapientiae (2017). Atuou, como Assistente Social, de 1996 a 2016 no Programa de Atenção à Violência Sexual (PAVAS), da Faculdade de Saúde Pública da USP. É docente do curso de Serviço Social da Faculdade Paulista de Serviço Social de São Paulo (FAPSS-SP) e responsável pelo Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão: Violências e Serviço Social (NEPEVSS). Foi docente, também, do Curso Multidisciplinar de Atualização no Atendimento de Violência Sexual da Faculdade de Saúde Pública da USP (1999 – 2014).

Participa do Grupo de Acompanhamento Técnico aos Autores de Crimes Sexuais (GAT) da Coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania, da Secretaria de Administração Prisional de São Paulo. É Auxiliar da Coordenação e Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Ensino e Questões Metodológicas em Serviço Social (NEMESS), da Pós Graduação em Serviço Social, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Desenvolve trabalho de Supervisão Técnica a equipes que trabalham no enfrentamento da Violência Sexual e Doméstica. Tem experiência na área de Serviço Social, atuando principalmente com os seguintes temas: consultoria e supervisão, violência sexual, violência doméstica contra crianças e adolescentes e atendimento aos autores da violência.

Sonia Regina Nozabielli

Graduada em Serviço Social pelas Faculdades Integradas Antonio Eufrásio de Toledo de Presidente Prudente (1992) e em Direito pela Universidade do Oeste Paulista (1998). Fez mestrado (2003) e doutorado (2008) no Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Professora no Curso de Graduação em Serviço Social e no Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Políticas Sociais, da Universidade Federal de São Paulo – Campus Baixada Santista. Colaboradora do Centro de Referência em Direitos Humanos da Unifesp/BS e membro do Núcleo de Estudos Reflexo de Palmares e do Núcleo de Estudos Heleieth Saffioti. Chefe do Departamento de Políticas Públicas e Saúde Coletiva.

Participou como tutora no PET-GRADUA-SUS 2016-2018 (mortalidade materno-infantil). Tem experiência na área de Serviço Social. Atua em projetos nos seguintes temas: políticas sociais, política de assistência social, direitos da criança e do adolescente, sistemas de gestão de políticas sociais. Parecerista da FAPESP e da Revista Serviço Social em Revista (UEL).

Dácia Cristina Teles Costa - CFESS

Conselheira 1ª Secretária do CFESS- Conselho Federal de Serviço Social Possui graduação em Serviço Social (1999) e mestrado em Serviço Social (2012) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Trabalha como assistente social na empresa Petróleo Brasileiro S/A – Rio de Janeiro, com atuação em Recursos Humanos na Universidade Petrobras.

Tem experiência na área de Educação Corporativa com ênfase em saúde do trabalhador, facilitação de diálogos e inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Nicole Barbosa de Araújo - CRESS/SP

Presidenta do CRESS-SP – Conselho Regional de Serviço Social de São Paulo É mestranda em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e membra do Núcleo de Estudos e Aprofundamento Marxista (NEAM). É bacharela em Serviço Social pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, campus de Franca da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” desde 2012.

Realizou pesquisa de Iniciação Científica como bolsista do CNPq sobre políticas públicas de seguridade social para trabalhadores rurais de municípios da região de Franca e Ribeirão Preto.
Também desenvolveu pesquisa na área dos Movimentos Sociais. Participou do grupo de extensão “Núcleo Agrário Terra e Raiz” (NATRA), que desenvolve projetos em assentamentos, acampamentos e escolas de região de Franca e Ribeirão Preto/SP.

Atua como assistente social no município de Osasco desde maio de 2017. É diretora do Conselho Regional de Serviço Social, na Gestão Ampliações: Trilhando a Luta com Consciência de Classe.

Rodrigo José Teixeira - ABEPSS

 

Presidente da ABEPSS- Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social Possui graduação em Serviço Social pela Universidade de Taubaté (2004), mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2008) e doutorado em Serviço Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro (2019).

Atualmente é professor assistente da Universidade Federal Fluminense, no Curso de Serviço Social – Campus Rio das Ostras.
Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social, atuando principalmente nos seguintes temas: serviço social, fundamentos do Serviço Social, formação e trabalho profissional.

Júlia Isotton - ENESSO

     

 

   Coordenadora Nacional da ENESSO- Executiva Nacional de Estudantes de Serviço Social. Possui ensino-médio-segundo-grau pelo Colégio Murialdo(2013). Tem experiência na área de Serviço Social.

Daia Moura

Atriz, performer e arte-educadora. Mestra e doutoranda em educação pela UFScar-Sorocaba.

Membro do NEGDS – Núcleo de Estudos de Gênero, Diferenças e Sexualidades da Ufscar e do projeto-coletivo Mulheres e Luta. Integra a Plataforma de Pesquisas Cunhãntã, o Coletivo Cênico Mulheres de Utopias e as Redes Feministas Interpretas e Mulher em Perspectiva.

Viandante utópica que acredita no poder revolucionário da arte e do amor.

Lilia Reis

 

  Mulher negra, multiartista, produtora, artista educadora, terapeuta, ativista pelos direitos da mulher e das políticas públicas para cultura.

Bacharel em serviço social.

Mariana Lara

Instruiu-se nas áreas da Arte Educação, Psicologia, Terapia Comunitária, Terapia Energética Corporal, Dançaterapia, Doulagem, entre outras formações, conduz Rodas de Tambores Terapêuticas e identifica-se como uma Psicoterapeuta Poético-Corporal que convida as pessoas a entrarem em contato consigo mesmas através de propostas criativas e curadoras.

Tem como alicerces da sua atuação a Saúde, Educação, Cultura e Espiritualidade. Participou de formações de educadores, de profissionais da Saúde e conduziu vivências terapêutico-corporais com públicos intergeracionais em 11 unidades do SESC-SP.

Atualmente conduz percursos terapêuticos e atendimentos online individual e em grupo para mulheres que desejam reconstruir sua autoconfiança e ter uma vida mais leve e autoral.

Recado importante: retificação das normas e prazo de envio dos trabalhos para o CONVISS 2021!

Prezados /as participantes do CONVISS com inscrições de trabalhos, atendendo aos pedidos e compreendendo a sobrecarga de trabalho diário de todes no contexto atual, o CES Ethos Malala retifica:
O prazo para envio dos resumos será até 03/05/2021 (segunda-feira) e com as devidas formatações:
Os resumos (formato de Word), poderão ser desenvolvidos em até (duas) laudas, sem nome do autor/a, espaçamento ou referências, e deverá conter:
 1) Se é um trabalho em equipe? Caso seja, ele é multi/interdisciplinar?
2) Público prioritário
3) Objetivo
4) Referencial teórico-metodológico (destacar as referências teóricas que embalam o trabalho e destacar instrumentais técnicos -operativos utilizados; se houver atuação em rede destacar também).
5) Impactos obtidos ou esperados (apontar quais os instrumentos de avaliação utilizados; quais os impactos para o/a(s) profissional/profissionais envolvido/a(s), para a instituição em que a ação é realizada, para o público atendido e para o território em que o trabalho acontece.)
6) Desafios do trabalho profissional e da formação identificados nessa experiência (fatores internos e externos /pontos fortes e fracos).

Os resumos expandidos (PDF), poderão ser desenvolvidos, em, no máximo, 4 (quatro) laudas e deverão conter:
1) Nome/nome social.
2) Número do eixo escolhido.
3) Identificação da instituição apresentada na intervenção. Em que cidade/região do país?
4) Se é um trabalho em equipe? Caso seja, ele é multi/interdisciplinar?
5) Público prioritário.
3) Objetivo.
4) Referencial teórico-metodológico (destacar as referências teóricas que embalam o trabalho e destacar instrumentais técnicos -operativos utilizados; se houver atuação em rede destacar também).
5) Impactos obtidos ou esperados (apontar quais os instrumentos de avaliação utilizados; quais os impactos para o/a(s) profissional/profissionais envolvido/a(s), para a instituição em que a ação é realizada, para o público atendido e para o território em que o trabalho acontece.)
6) Desafios do trabalho profissional e da formação identificados nessa experiência (fatores internos e externos /pontos fortes e fracos).
7) Referências bibliográficas.
8) E-mail e link lattes.
Para quem já fez o envio do seu trabalho, o mesmo não será prejudicado, podendo este ser reenviado ou não (opcional) até o novo prazo de 03/05/2021.
Segue também anexos modelos de templates formato Word e PDF.
Contamos com a colaboração e compreensão de todes o CONVISS é uma construção coletiva que busca assim, a intersecção da realidade dos /as participantes na materialização efetiva e construtiva do mesmo.